Saída de ônibus é atrasada após protesto de motoristas

Segundo os funcionários da Viação Santa Brigída, um motorista teria sido demitido de maneira injusta

Ricardo Valota, estadao.com.br

18 de julho de 2008 | 07h59

Os motoristas e cobradores de ônibus da Viação Santa Brígida, empresa que atende às regiões norte, oeste e noroeste da capital paulista, deixaram as garagens nesta sexta-feira por volta das 4h30, uma hora depois do horário padrão de saída do primeiro carro. Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), os funcionários da viação atrasaram a saída dos primeiros ônibus como forma de protesto contra a demissão de um motorista, para eles, dispensado por injusta causa. Até as 6h30 desta manhã, toda a frota da empresa programada para o horário já estará nas ruas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.