Reprodução/Acervo/Estadão
Reprodução/Acervo/Estadão

Saiba quem foi Cerqueira César

Nome de bairro, é ex-presidente interino de São Paulo, senador e um dos fundadores do jornal ‘A Província de S. Paulo'

O Estado de S. Paulo

29 de outubro de 2015 | 16h42

Na região dos Jardins, um nome se destaca: Cerqueira César (1835-1911). A homenagem não está presente apenas no nome do bairro, mas também em uma cidade no interior paulista. O personagem em questão foi um político nascido em Guarulhos e que chegou a ocupar o cargo de presidente do Estado de São Paulo entre 1891, quando Américo Brasiliense caiu (por ocasião do afastamento de Deodoro da Fonseca da presidência), e 23 de agosto de 1892. Em seu lugar, assumiu Bernardino Campos.

César foi também senador da República, eleito em 1897, e um dos fundadores do jornal "A Província de S. Paulo", que no futuro viria a ser o Estadão. "Seu caráter assentava em duas qualidades básicas: era um homem bom e um homem do bem", descreveu o Estado na ocasião do aniversário de 50 anos de sua morte. 

Republicano, César fez seus estudos na Faculdade de Direto do Largo S. Francisco, em São Paulo. O começo de sua carreira política ocorreu por volta da década de 1860, quando exercendo a profissão em Rio Claro, cidade do interior de São Paulo, se filiou ao Partido Republicano "galando postos de comando até se tornar um dos chefes mais queridos e ouvidos da agremiação".

Dentre os destaques em sua curta gestão como presidente do Estado, organizou a resistência contra os revoltosos da Revolução Federalista. Foi em sua gestão, ainda segundo o Estado do dia 26 de julho de 1961, que as bases administrativas do governo estadual foram criadas, derrubando antigas burocracias do período monárquico. 

Morreu em 26 de julho de 1911, em uma noite de inverno, em sua residência no Largo da Liberdade. "Ao longo desse préstito, que chegou a assumir proporções nunca vistas, achavam-se representadas em largo número todas as classes sociais de São Paulo, desde o mais alto magistrado do Estado ao mais modesto operário das oficinas", escreveu O Estado de S. Paulo no dia depois de seu enterro.  

Tudo o que sabemos sobre:
BairrosSPCerqueira César

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.