Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Saiba o que abre e fecha com a flexibilização da quarentena em SP

Na fase 2 do Plano São Paulo, há permissão de retomada de atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércios e shoppings centers

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de junho de 2020 | 10h00

Desde segunda-feira, 1.°, o Estado de São Paulo iniciou flexibilização da quarentena por meio do Plano São Paulo. Estão entre as fases 1 (restrição total, somente com funcionamento de serviços essenciais) e 2 (reabertura com restrições) 90% das cidades. Nesta última etapa, há permissão de retomada de atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércios e shoppings centers.

Alguns serviços continuam funcionando normalmente, enquanto outros ainda planejam a retomada. Confira alguns deles.

Bancos

Até o momento, não há qualquer previsão e mudança no horário de funcionamento. Segundo a Febraban, as agências continuarão abertas das 9h às 10h exclusivamente para clientes prioritários e das 10h às 14h para o público em geral, seguindo a Circular 3.991 do Banco Central de 19 de março.

Delegacias de Polícia

As delegacias estão na categorias de serviços essenciais, continuam funcionando normalmente.

Detran

Segundo o Detran, a suspensão do atendimento presencial continua até que o Estado "analise demandas locais ante a fase de retomada consciente das atividades públicas e privadas nos municípios". O órgão informa que pelo site www.detran.sp.gov.br está permitindo acesso a mais de 60 serviços.

Poupatempo

As unidades continuam fechadas e não há previsão de reabertura. Pelo site www.poupatempo.sp.gov.br estão disponíveis mais de 40 serviços.

Metrô e CPTM

O transporte na capital, por ser essencial, está funcionando normalmente.

Shopping e comércio

Na capital, que está na fase 2 de retomada, shoppings e o comércio só poderão operar com 20% da capacidade e com horário de funcionamento de quatro horas por dia. No caso dos shoppings, as praças de alimentação devem ficar fechadas nesta fase. A abertura dos shoppings ocorre em 11 de junho e os centros de compra podem abrir ou das 6h às 10h ou das 16h às 20h. O comércio de rua funciona das 11h às 15h. 

Rodízio de veículos

Permanece normal. Ficam impedidos de circular carros com placas de final 1 e 2 na segunda-feira, 3 e 4 na terça-feira, 5 e 6 na quarta-feira, 7 e 8 na quinta-feira e 9 e 0 na sexta-feira. A limitação é vigente de 7 às 10 horas e de 17 às 20 horas.

SPTrans

Os postos nos terminais continuam funcionando de 6h às 22h. Os postos das subprefeituras permanecem fechados. O órgão informa que continua monitorando a demanda de passageiros e a frota será reforçada quando constatada a necessidade ou de acordo com as aprovações dos protocolos de flexibilização da quarentena. As empresas concessionárias do sistema municipal de transporte coletivo já foram acionadas para disponibilizar 2 mil veículos para começarem a operar de forma gradativa após a reabertura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.