Saiba como driblar os efeitos do horário de verão

Sono desregulado pode provocar irritabilidade, estresse e baixa produtividade

O Estado de S. Paulo

14 de outubro de 2014 | 15h43

 O horário de verão começa na madrugada de sábado para domingo. À 0h do dia 19 de outubro os relógios deverão ser adiantados em uma hora. Com a mudança, algumas pessoas podem sentir indisposição e sonolência. A alteração na quantidade de luz diária provoca alterações hormonais, o que pode gerar mal-estar. 

A endocrinologista Jane Feudman explica que o corpo possui hormônios que cuja concentração varia de acordo com os horários e a luz do dia. "Quando há alteração da rotina, você sofre um estresse, pois muda o momento do pico desses hormônios", diz. Saiba como ajustar mais rapidamente o relógio biológico.

COCHILOS DURANTE O DIA PODEM AMENIZAR IRRITABILIDADE, PRINCIPALMENTE EM CRIANçAS


- Procure dormir de 15 a 20 minutos mais cedo dias antes da mudança de horário;

- Crianças sentem mais a diferença nas horas dormidas. Além de ir para a cama mais cedo, os pequenos podem amenizar a irritabilidade e sonolência tirando pequenos cochilos durante o dia.

O sono desregulado pode provocar irritabilidade, estresse e baixa produtividade, até o aumento da instabilidade vascular.

Tudo o que sabemos sobre:
Horário de verãomudançaenergiasono

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.