Saguões de Cumbica ficam sem cadeiras

Infraero retirou assentos perto de check-in para facilitar circulação; novas salas estão às moscas

Nataly Costa, O Estado de S.Paulo

19 Dezembro 2010 | 00h00

As cadeiras instaladas perto dos balcões de check-in nas asas A e D do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, Região Metropolitana de São Paulo, desapareceram. O "sumiço" faz parte de um pacote de mudanças da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que inclui a criação de dois saguões nas extremidades dessas asas. Neles, sim, há cadeiras: são cerca de 250 em cada um, com 40 tomadas para laptop e celular. Mas os espaços estão vazios porque as pessoas não os conhecem.

Para a Infraero, "as áreas localizadas na frente dos balcões de check-in exigem espaços livres para os passageiros e suas bagagens". A ideia, diz, é incentivar "o imediato deslocamento para as salas de embarque" e concentrar os que esperam seus voos nos salões novos. Eles foram criados em novembro e somaram 440 m² à área total de Cumbica.

Às moscas. "Estão em uma sala muito ampla e confortável no fim do corredor, senhora", responde o atendente vestido de "Posso Ajudar?" à aposentada Gláucia de Melo Soares, de 67 anos, ao ser questionado sobre as cadeiras dos saguões das asas A e D. Ela aguardaria por uma hora e meia o embarque do neto. "Espero ele entrar, ligo para saber se já subiu no avião, se não esqueceu algo", contou. Para ela, o bom é que o novo espaço é "mais silencioso".

O consultor de empresas Ricardo Liberato, de 47 anos, esperava um voo para Florianópolis que ainda constava na tela como previsto. "A previsão é: vai atrasar", brincou. "Não tem problema, fico em pé mesmo. Andar até lá (nas novas salas) para sentar é que não vou." Entre as melhorias previstas para o Aeroporto de Cumbica estão ainda novos raios X de bagagens de mão e guichês de verificação de passaportes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.