Sabesp vai indenizar famílias afetadas por rompimento de adutora

No domingo, cinco casas foram atingidas, sendo que duas precisaram ser interditadas

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

03 de maio de 2010 | 10h19

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) vai indenizar as famílias das cinco casas atingidas pelo rompimento de uma adutora em Ferraz de Vasconcelos, na Grande são Paulo, na manhã deste domingo, 2.

 

Segundo nota da empresa, "a Sabesp providenciará o ressarcimento dos danos materiais aos cinco imóveis atingidos pelo rompimento da tubulação", além de prestar toda a assistência necessária às famílias.

 

De acordo com a Sabesp, dos cinco imóveis afetados, dois foram interditados pela Defesa Civil. Uma das famílias foi alocada em um hotel custeado pela Sabesp e outra família preferiu ir para casa de parentes.

 

O rompimento de uma tubulação de 400 mm de diâmetro no município de Ferraz de Vasconcelos ocorreu por volta das 5h30 de ontem, atingindo pelo menos cinco residências e deixando cerca de 170 mil pessoas sem fornecimento de água.

 

As equipes da Sabesp trabalharam no local o dia todo para realizar o conserto, que foi concluído por volta das 20 horas do mesmo dia. Após a conclusão dos serviços, o abastecimento retornou de forma gradual, com normalização total durante a madrugada para os pontos mais altos e distantes do reservatório, segundo a Sabesp.

Tudo o que sabemos sobre:
SabespSão Pauloindenizaçãoadutora

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.