Sabesp treina 50 mil para economizar água no comércio

Companhia fechou parceria com empresas que representam administradoras de condomínios, imobiliárias, supermercados, bares e restaurantes para reduzir consumo de água

Marina Azaredo, O Estado de S. Paulo

13 Maio 2014 | 22h11

SÃO PAULO - A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) anunciou uma parceria com empresas que representam administradoras de condomínios, imobiliárias, supermercados, bares e restaurantes para reduzir o consumo de água no Estado. De acordo com a Sabesp, funcionários de mais de 50 mil comércios e edifícios receberão treinamento para economizar água no dia a dia de suas atividades.

Outra frente de ação será a capacitação para pesquisas de vazamentos com os profissionais de manutenção dos estabelecimentos. Haverá também campanha de marketing voltada à conscientização sobre o uso racional de água.

De acordo com Angélica Arbex, gerente da Lello Condomínios, que administra 1,8 mil edifícios, todos os clientes da empresa estão recebendo orientações para economizar água nas áreas comuns, como trocar a mangueira pela vassoura e verificar se não há vazamentos nas instalações.

"Os condôminos estão sendo informados a respeito de bônus e da quantidade de água que pode ser economizada com cada atitude. Já os funcionários estão recebendo orientações para acompanhar o relógio e verificar se não há nenhuma alteração drástica no consumo", conta Angélica.

Segundo a Sabesp, um hipermercado consome, em média, 6 milhões de litros de água por mês. Se diminuir seu consumo em 20%, serão economizados 1,2 milhão de litros por mês. É água potável suficiente para abastecer cem casas. Ou seja, se 150 hipermercados fizerem o mesmo, sobrará água suficiente para abastecer 57 mil pessoas - o equivalente à população do distrito da Consolação, no centro de São Paulo.

As parcerias foram firmadas com Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic); Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Paulista de Supermercados (Apas) e Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi).

 

Mais conteúdo sobre:
Cantareira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.