Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Sabesp registra alta em três reservatórios

Nível dos Sistemas Cantareira, Alto Cotia e Rio Grande teve acréscimo; já Alto Tietê e Guarapiranga permaneceram estáveis

O Estado de S. Paulo

19 Novembro 2015 | 09h56

SÃO PAULO - Nas últimas 24 horas, três sistemas de abastecimento de São Paulo apresentaram alta, segundo o relatório diário da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) publicado nesta quinta-feira, 19. O único que apresentou queda foi o Rio Claro, que teve uma diminuição de 0,3 ponto porcentual na comparação com o dia anterior e está em 56,6% de sua capacidade. 

O Cantareira, responsável pelo abastecimento de 5,2 milhões de pessoas na capital e na Grande São Paulo, opera com 17,8% de sua capacidade, com um aumento de um ponto porcentual em relação ao último balanço. Mas o dado da Sabesp mostra o manancial com os dois volumes mortos, água que fica abaixo das comportas e precisa ser bombeada. Sem considerar a chamada “reserva técnica”, o Sistema Cantareira está negativo em 11,5%, de acordo com a companhia.

O Alto Cotia e o Rio Grande também tiveram aumento de 0,2 e 0,6 ponto porcentual, respectivamente, com os níveis ficando em 72,6% e 94,8%.

Dois reservatórios se mantiveram estáveis. O Alto Tietê, que hoje preocupa mais a gestão Geraldo Alckmin (PSDB) do que o Cantareira, permanece em 15,1%. Já a Represa Guarapiranga, que abastece 5,8 milhões de consumidores, ficou outra vez em 87,5%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.