Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

Sabesp diz que vai indenizar família afetada por rompimento de tubulação

Jato d'água chegou a 6 metros de altura e atingiu sobrado na região do Pacaembu nesta 6ª

Solange Spigliatti, estadão.com.br

09 Dezembro 2011 | 14h12

SÃO PAULO - O rompimento de uma tubulação no Pacaembu interditou parcialmente a Rua Almirante Pereira Guimarães, próximo à Praça Charles Müller, durante a madrugada e parte da manhã desta sexta-feira, 9, e causou prejuízos a uma casa que foi atingida pelo jato d'água que chegou a 6 metros de altura durante parte do dia.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) afirmou, em nota, que irá indenizar a família da casa afetada pelo rompimento da tubulação. De acordo com a nota, a empresa informa que o serviço já foi concluído na altura do número 284.

A rede foi fechada localmente em etapas durante a madrugada para que o menor número de pessoas fosse afetado (100 casas) durante a manhã. Segundo a Sabesp, caso a rede tivesse sido fechada para toda a região, teriam sido afetadas cerca de 20 mil pessoas.

Mais conteúdo sobre:
Sabesp água tubulação Pacaembu rompimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.