Sabesp aumenta, de novo, vazão da represa Jaguari no interior de SP

Desde as 7h, comportas liberam 80m³ de água por segundo na região de Vargem, próximo a Minas Gerais

Priscila Trindade, Central de Notícias

18 Janeiro 2011 | 09h06

SÃO PAULO - A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) aumentou, desde as 7 horas desta terça-feira, 18, a vazão da represa Jaguari-Jacareí, em Vargem (SP), divisa com Minas Gerais. Em razão do volume de chuvas na bacia da represa, a vazão descarregada no Rio Jaguari passará de 60 metros cúbicos por segundo para 80 metros cúbicos por segundo.

 

A Sabesp informou que a "manobra é necessária para permitir que a represa Jaguari continue tendo capacidade de reter a ocorrência de chuvas intensas". A decisão foi tomada após análise com os reguladores do Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE) e Agência Nacional de Águas (ANA). Segundo a empresa, as prefeituras de Amparo, Pedreira, Jaguariúna e Bragança Paulista foram comunicadas com 12 horas de antecedência.

No caso da represa Paiva Castro, próximo ao município de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, a Sabesp informou que vazão foi reduzida de 5 metros cúbicos por segundo para 2 metros cúbicos por segundo. A Paiva Castro já atingiu o seu nível operacional normal, de 47% de sua capacidade.

Mais conteúdo sobre:
chuva SP Sabesp Jaguarí represa Vargem rios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.