Sabesp adia manutenção por causa de greve dos metroviários

Conserto no Sistema Cantereira no sábado deixaria 8,5 milhões de pessoas sem água na capital

Milton F. da Rocha Filho, da Agência Estado,

03 de agosto de 2007 | 11h10

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) adiou para a próxima semana o serviço de manutenção do Sistema Cantareira "em respeito à população paulistana, que já sofre com as conseqüências da greve dos metroviários", segundo informou a companhia nesta sexta-feira, 3.   O sistema abastece mais de 10 milhões de habitantes da região metropolitana e a manutenção obrigaria a companhia a suspender o fornecimento por, pelo menos 12 horas, que poderia deixar 8,5 milhões de pessoas sem água no sábado.   A Sabesp informa que transferiu a manutenção programada do Sistema Cantareira para o próximo sábado, dia 11 de agosto.   Segundo a empresa, durante a manutenção seria substituída uma válvula de uma das bombas d'água do reservatório, que está com vazamento de óleo. Como o abastecimento terá de ser suspenso obrigatoriamente, a Sabesp aproveitaria o dia para realizar outros serviços no sistema.   Todos os bairros das zonas norte, oeste e central seriam afetados pelo racionamento.   Na mesma nota, a Sabesp assegurou que o adiamento em nada prejudica a qualidade e a segurança do sistema de abastecimento de água e reitera seu compromisso com a qualidade de vida de toda a sociedade.

Tudo o que sabemos sobre:
SabespSistema Cantareira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.