Ruas estreitas da periferia poderão ganhar unidades

A Secretaria Municipal da Educação também está desenvolvendo uma forma de flexibilizar as regras que disciplinam a construção de unidades escolares na capital. A pasta deve apresentar um projeto de lei para que ruas estreitas, da periferia principalmente, possam receber novos prédios. Atualmente, apenas vias com mais de 8 metros de largura têm autorização. A Prefeitura de São Paulo tem buscado uma série de alternativas para construção dos prédios: uma das mais polêmicas é colocar 20 imóveis e terrenos municipais à venda - em troca das creches. /A.F.

O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2011 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.