Leonardo Soares/AE
Leonardo Soares/AE

Ruas da capital estão há anos sem iluminação

JORNAL DA TARDE

Monique Abrantes, O Estado de S.Paulo

10 de setembro de 2011 | 00h00

Mesmo com a série de contratos de emergência prorrogados, há problemas de falta de iluminação pública na capital que se arrastam há anos. Moradora do Tatuapé, na zona leste, a psicopedagoga Mônica Nardy Marzagão Silva, de 44 anos, reclama que falta luz nas Ruas Felipe Camarão e Cristais desde 2008.

Mônica afirma que, durante esses anos, o Departamento de Iluminação Pública (Ilume) sempre afirmou que uma licitação estava em curso e o problema seria resolvido quando saísse a proposta vencedora.

Faz cerca de quatro anos que a Prefeitura não contrata a colocação de postes de luz. Os 3.451 pontos de iluminação criados no último ano são resultado de um acordo com a AES Eletropaulo. Novos postes poderiam ser a solução para a escuridão na Rua Paes Leme, em Pinheiros, zona oeste. Lá, funcionários de empresas vizinhas andam juntos para evitar assaltos. A analista Marina Almendro, de 27 anos, reclama que apenas as vias centrais da região têm iluminação.

Ilume. Sobre os dois casos, o Ilume informou que há estudos para analisar as necessidades de cada região, mas não respondeu quando serão postos em prática.

A demora para a troca das lâmpadas queimadas na Avenida Giovanni Gronchi com a Rua David Ben Gurion, na Vila Sônia, zona oeste, foi a principal dificuldade do técnico de manutenção José Florentino dos Santos Junior, de 47 anos. "Além da dificuldade para registrar a reclamação no site da Prefeitura, o problema continuou uma semana após a solicitação ser feita."

Esse é um dos pontos que deverão ser resolvidos pelas empresas Alusa Engenharia e FM Rodrigues, vencedoras da licitação. O edital prevê que lâmpadas queimadas sejam trocadas em 24 horas. As empresas terão de instalar 15 mil novos pontos de iluminação e modernizar o sistema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.