Rua Augusta ainda tem ipês e palmeiras

A advogada Célia Marcondes cuida da região onde mora como se fosse do próprio jardim: em três anos, já ajudou a plantar 200 mudas de árvores em vias de Cerqueira César, centro de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2012 | 10h12

Conselheira da Sociedade dos Amigos, Moradores e Empreendedores do Bairro de Cerqueira César (Samorcc), confessa "um xodó" pela Rua Augusta. Em especial, pelo trecho entre as Alamedas Tietê e Franca - onde vê crescer ipês e palmeiras que plantou (foto). "Queremos valorizar o equilíbrio ambiental ", diz Célia.

Entre outras ações, a Samorcc pede a criação do Parque Augusta à Prefeitura - em 25 mil m² remanescentes de Mata Atlântica, entre as Ruas Caio Prado e Marquês de Paranaguá. Parte da área abriga garagens. "É a última área verde local." / DENIZE GUEDES

Verde: conselheira de associação, Célia Marcondes defende o plantio de árvores e a criação de parque na região

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.