Rua 25 de Março atrai 1 milhão de pessoas no feriado, diz GCM

Movimentação era considerada tranqüila na região, apesar de intensa; PM registrou início de tumulto à tarde

Ítalo Reis, estadao.com.br

20 de novembro de 2008 | 17h22

No final da tarde desta quinta-feira, 20, a Rua 25 de Março tinha movimento intenso, principalmente nas proximidades da Ladeira Porto Geral, mas considerado normal para a região. Segundo a Guarda Civil Metropolitana (GCM), aproximadamente 1 milhão de pessoas passaram pela principal rua de comércio popular de São Paulo, neste feriado do Dia da Consciência Negra. Veja também:Confira movimentação na Rua 25 de Março  O trânsito na região também era tranqüilo nesta tarde na região e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não registrava nenhuma lentidão. No restante da cidade, por volta das 17 horas, também não havia pontos de congestionamento. Segundo a Polícia Militar, por volta das 15 horas houve um princípio de tumulto na região, por conta de uma operação da Prefeitura da cidade contra camelôs ilegais, mas a situação ficou calma logo em seguida.  Pela manhã, alguns lojistas reclamaram da movimentação, que estava abaixo do esperado para o feriado, mesmo com a proximidade das festas de fim de ano. Nessa época é comum passar mais de 2 milhões de pessoas pela 25 de Março, aos fins de semana. A região é conhecida pelos baixos preços e pelos produtos populares que oferece, e costuma atrair pessoas de várias regiões do Brasil e até de alguns países vizinhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.