Roupas achadas no sítio de Bruno seriam de Eliza

A Polícia Civil informou ontem que roupas femininas, ou vestígios delas, encontradas no sítio do goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes, estão sendo reconhecidas por testemunhas como pertencentes a Eliza Samudio.

Eduardo Kattah, O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2010 | 00h00

Durante perícia feita no início da semana no imóvel, em Esmeraldas, foram recolhidas também fraldas e uma passagem aérea. Bruno é o principal suspeito no inquérito que apura o desaparecimento e possível assassinato da jovem de 25 anos, com quem teria um filho de 4 meses.

O goleiro nega envolvimento no caso. Denúncia dizia que ela teria sido espancada até a morte e suas roupas queimadas no sítio. A polícia trabalha com a hipótese de crime premeditado. Bruno deve ser chamado a depor em breve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.