Roubo e latrocínio crescem na  capital paulista; homicídio cai

Segundo SSP, a cidade de São Paulo registrou alta de 20,46% de roubo e 20% de latrocínio, mas homicídio caiu 13,86% em novembro

O Estado de S. Paulo

25 Dezembro 2014 | 12h54

SÃO PAULO - A cada dia do mês de novembro, foram registrados 411 roubos na capital paulista, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP). O aumento de casos em relação ao mesmo mês do ano passado é de 20,46%, superior até ao crescimento verificado em todo o Estado, de 11,99%. A cidade registrou, ainda, aumento no número de latrocínios e queda de homicídios.

Conforme o Estado antecipou na segunda-feira, o delito de roubo teve alta pelo 18º mês consecutivo. Na soma de todas as cidades, foram 23.507 ocorrências no último mês, ante 20.990 em novembro de 2013. Do total, só a capital paulista é responsável por mais da metade dos casos: 12.338. No ano passado, esse número foi de 10.242.

Na comparação com o mês anterior, no entanto, houve queda no número de roubos na cidade de São Paulo. Em outubro, foram 13.596 casos - cerca de 9,25% a mais do que em novembro. Considerando o acumulado do ano, o crescimento do delito foi de 21,89%, no Estado, e 28,75%, na capital.

Já o número de furtos, quando o bem é levado sem emprego da violência ou de ameaça grave, caiu de 16.663 para 14.746 casos na capital, o que representa um recuo de 11,5%. A SSP também comemora a redução de 13,4% nos índices de roubo de veículo. Foram 3.940 ocorrências no mês passado, contra 4.550 no mesmo período do ano anterior.

Latrocínios e homicídios. Pelo quarto mês consecutivo, o número de latrocínios, roubo seguido de morte, sofreu alta na cidade de São Paulo. Em novembro deste ano, 12 casos foram registrados, dois a mais do que no mesmo período de 2013 - o que representa um aumento de 20%. No Estado, contudo, houve queda de 8%, passando de 25 casos para 23.

Também de acordo com o balanço da SSP, menos pessoas foram assassinadas na capital paulista. Ao todo, houve 87 ocorrências de homicídio doloso, quando há intenção de matar, em novembro: 13,86% a menos do que no mesmo mês de 2013, quando 101 casos foram registrados.

Mais conteúdo sobre:
Segurança Pública São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.