Beatrice Caparbo/SSP/Divulgação
Beatrice Caparbo/SSP/Divulgação

Roubo de carga cai 19,51% em julho no Estado de São Paulo

Na capital, redução foi um pouco maior: 21,16%; secretaria assina parceria com entidades do setor de logística e fabricantes de produtos eletrônicos para tentar combater esse tipo de crime

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

24 de agosto de 2015 | 17h57

Os registros de roubo de carga tiveram em julho queda de 19,51% no Estado, em relação ao mesmo mês de 2014, segundo estatísticas criminais parciais divulgadas nesta segunda-feira, 24. Neste ano, foram 590 casos contra 733 no ano passado. O restante dos dados será divulgado nesta terça-feira, 25. Na capital, a redução nesse tipo de crime foi ainda menor: 21,16%.

De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, a tendência é de uma diminuição ainda maior nos próximos meses. Assim que assumiu a pasta, ele pediu um estudo detalhado de todos casos registrados nos últimos dez anos em todo Estado. Com isso, as Polícias Civil e Militar mapearam os locais de maior incidência do crime, os tipos de produtos roubados e as principais quadrilhas.

Com a divulgação dos dados, a secretaria assinou um protocolo de intenções com o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e Região (Cetcesp), a Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo (Fetcesp), o Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) e a Associação da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).

As entidades vão repassar para a secretaria dados estratégicos como imagens de circuitos internos de segurança e locais de carga, descarga e armazenamento de mercadorias. Moraes explica que, com isso, poderá elaborar estratégias de segurança pública para diminuir os índices.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.