Roubo da Tiffany: Justiça prorroga duas prisões

A Justiça prorrogou por mais cinco dias a prisão temporária de F.G.A. e E.J.S., acusados de envolvimento no roubo à joalheria Tiffany do Shopping Cidade Jardim, no dia 16. Até agora, a Polícia Civil prendeu três suspeitos de participação no crime. Outros dois já foram identificados.

, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2010 | 00h00

F.G.A. e E.J.S. foram presos na sexta, na zona leste, por policiais da Divisão de Investigações sobre Furtos e Roubos de Veículos e Cargas (Divecar). Segundo policiais, F.G.A. admitiu ter emprestado um dos carros usados no assalto. E.J.S. seria um dos ladrões que usava máscara na ação. Ele não foi reconhecido pelas vítimas.

A Polícia Civil já havia prendido, no dia 18, Jefferson Luiz de Lima Tomé, 31 anos, também acusado de participar do crime. Segundo a polícia, até ontem, a Tiffany não havia informado o valor das joias roubadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.