Rota descobre sítio de quadrilha do PCC e mata 3 suspeitos no interior de SP

Segundo a polícia, ao chegarem no local, agentes foram recebidos a tiros; cinco suspeitos se entregaram

Ricardo Valota, Central de Notícias

06 Maio 2011 | 06h22

SÃO PAULO - Um sítio utilizado por uma quadrilha de traficantes ligada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios paulistas, foi descoberto, no final da tarde de quinta-feira, na cidade de Itatiba, região de Campinas, interior de São Paulo, por policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota).

Quando chegaram no imóvel, após uma denúncia, os PMs teriam sido recebidos a tiros por parte dos bandidos e revidaram. No tiroteio, três suspeitos foram mortos; os outros cinco se renderam. No local, os policiais apreenderam uma metralhadora, um fuzil, três pistolas, dois coletes à prova de balas, dois computadores com informações sobre a movimentação financeira do tráfico e pelo menos cinco quilos de cocaína.

Parte da droga estava distribuída na casa, e parte em um compartimento dentro de um veículo e no porta-malas de outro carro da quadrilha. Os criminosos detidos e tudo que foi apreendido no sítio serão trazidos para a sede do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), na capital paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.