Rosas de Ouro lembra funcionários de sua 'Fábrica de Sonhos'

Escola traz Ellen Roche como rainha da bateria e capricho nos carros alegóricos com figuras gigantes

Teresa Ribeiro, do estadao.com.br, com Vítor Soranio do JT e Carolina Freitas da AE ,

21 Fevereiro 2009 | 02h34

A Rosas de Ouro, segunda escola a desfilar no Anhembi, colocou seus 3,8 mil componentes na passarela com o samba enredo Bem-Vindos à Fábrica de Sonhos, puxado por Darlan Alves Carneiro, com a modelo e atriz Ellen Roche como madrinha da bateria. Entre elogios à escola, ela afirmou que se sentiu a Madonna durante o desfile pelo sambódromo de São Paulo. E, para ela, desta vez o título vai ser da Rosas de Ouro.     Veja também:  Veja a galeria de fotos do desfile da Rosas de Ouro   Você é o jurado: avalie o desempenho das escolas   Blog: dicas para quem quer curtir e para quem quer fugir da folia Especial: mapa das escolas e os sambas do Rio e de SP    Saiba como chegar ao sambódromo    Ellen Roche, rainha da bateria da Rosas de Ouro. Foto: Sérgio Neves/AE   A agremiaçao de Vila Brasilândia, na zona norte, chegou sem plumas à avenida, mas com o firme propósito de quebrar o jejum de 15 anos sem título. O ano passado a Rosas de Ouro ficou em quarto lugar. A Rosas de Ouro existe há 37 anos e já foi oito vezes campeã do carnaval paulistano. Daí o refrão:     Meu sonho vale ouro/ Vai conquistar geral/ Só quero acordar, pra te confirmar/ Deu rosas nesse carnaval Confira o samba   O objetivo da Rosas de Ouro no Carnaval 2009 foi lembrar daqueles que trabalham nos bastidores durante todo o ano para que o desfile aconteça. Começou com uma inovação da comissão de frente homenageando todas as agremiações exibindo suas bandeiras.   Principal destaque foi o carro alegórico Operários da Ilusão, que tinha em seu interior um salão de baile com os pintores, costureiras, soldadores brincando o carnaval... O quarto carro trazia um telão mostrando cenas do dia a dia dos funcionários da escola.   Os carros alegóricos foram os elementos de maior destaque no desfile da Rosas de Ouro, com as figuras gigantes dos soldadinhos de chumbo, do bumba-meu-boi de Parintins, das formigas enormes que abriam para a ala das formiguinhas trabalhadoras que fecharam o desfile. No alto do quinto carro da agremiação, uma enorme rosa dourada, remetendo ao nome da agremiação.   O nome da Rosas de Ouro surgiu de uma condecoração oferecida pelo Papa Gregório II no ano 730 às princesas católicas - o "buquê rosas de ouro, abençoado na celebração antes da Quaresma. A concepção do desfile foi do carnavalesco Jorge Freitas.   Último carro do desfile da Rosas de Ouro. Foto: José Patrício/AE   A escola encerrou o desfile poucos segundos antes do tempo regulamentado, 65 minutos. Na dispersão, um certo desespero chegou a tomar parte dos integrantes. Mas segundo a sua presidente, Angelina Basílio, a escola conseguiu terminar dentro do tempo. "Foi tecnicamente perfeito e nós não corremos", disse ela. Porém, o planejamento da escola era terminar o desfile com um minuto de folga.   Astronauta brasileiro   Primeiro astronauta brasileiro a ir para o espaço, Marcos Cesar Pontes, participou hoje do desfile da Rosas de Ouro e disse que sonha em desfilar como integrante da bateria da escola. "Toco qualquer instrumento menos cavaquinho, mas já vou falar com a diretoria para saber o que posso começar a treinar para o próximo carnaval", contou Pontes. Ele fez questão de frisar que não quer aparecer como figurante na bateria. "Quero tocar de verdade e ajudar a escola."   Pontes veio como destaque no carro que homenageou a velha guarda do samba. Esse é o terceiro carnaval em que o astronauta desfila, sempre pela Rosas de Ouro. Ele se disse muito feliz com o enredo desse ano, que falava sobre a importância de sonhar. "Tem muito a ver com a minha trajetória. Sempre sonhei ser astronauta e conquistei esse sonho", disse após o desfile. "Sei também que muitos meninos sonham em ser como eu e acho que eles ficarão mais confiantes depois de ver este desfile."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.