Reprodução
Reprodução

Rompimento de cabo causou pane na Net, informa operadora

Usuários relataram queda no sinal de banda larga e 'apagão' nos telefones de atendimento durante a tarde

Felipe Tau, O Estado de S. Paulo

12 Outubro 2012 | 14h05

Atualizado às 17h46

SÃO PAULO - O rompimento de um cabo na Avenida Sapopemba e um ato de vandalismo, provavelmente relacionado a furto de fios de cobre, na Avenida Liberdade, na manhã desta sexta-feira, causaram o 'apagão' das conexões com a internet do serviço oferecido pela Net.

 

Segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa da operadora, equipes técnicas foram acionadas e os principais pontos se restabeleceram por volta das 14h.

 

Por conta do volume de ligações dos usuários, as centrais de atendimento pararam de funcionar durante boa parte do dia. O serviço de telefonia já opera em normalidade.

 

Assinantes do serviço de banda larga Net Vírtua da Grande São Paulo relataram em redes sociais que perderam o sinal de internet e não conseguiam se comunicar com o setor de atendimento da empresa desde a manhã desta sexta-feira, 12.

 

No telefone de atendimento oficial, o 106 21, a chamada cai depois de alguns segundos. Em outro telefone, o 4004-7777, destinado a atendimento técnico e a compra de serviços, o usuário ouve uma mensagem solicitando que ligue mais tarde, porque "todas as linhas estão ocupadas".

 

"Liguei no telefone 4004-7777 e ouvi isso. É a primeira vez que acontece. Também não achei informação nenhuma nas contas oficias da NET no Twitter", disse o ator Otávio Martins, de 40 anos, uma das dezenas de pessoas que postaram reclamações no microblog. Morador da Bela Vista, no centro de São Paulo, ele diz que ficou sem internet por cerca de duas horas, entre as 11h e as 13h.

 

Outra cliente entrevistada que teve problemas a partir das 11h disse que, ao entrar em contato com o SAC, foi informada de que ficaria sem o serviço até as 16 horas. Ao questionar sobre o desconto na fatura relativo ao período em que o serviço não foi prestado, a atendente respondeu que a requisição de ressarcimento deveria ser feita depois.

 

Nenhum comentário explicando o problema foi postado pela empresa nos canais @NET Oficial ou @NET no Twitter até as 13h35.

 

Procon. O Grupo Net é a sétima empresa com maior número de reclamações no ranking do Procon-SP de 2012, com 2.568 queixas até as 7h14 desta sexta-feira. A falta de qualidade do serviço é o quarto item mais mencionado pelos clientes e responde por 14,7% do total de reclamações (198). A cobrança indevida é o maior motivo de insatisfação, com 52,3% da queixas (1345).

Mais conteúdo sobre:
net internet são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.