Rompimento de adutora deixa 29 mil sem água na zona oeste

Sabesp não sabe informar a causa do problema de abastecimento na capital paulista; reparo termina às 15 horas

Amanda Valeri, da Agência Estado,

27 de novembro de 2007 | 13h07

O rompimento de uma adutora da Sabesp no último domingo, 25, causou a suspensão do fornecimento de água nesta terça-feira, 27, para cerca de 29,3 mil pessoas na zona oeste de São Paulo. A tubulação com problema fica na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, entre as ruas Laurindo de Brito e Fortunato Ferraz, na Lapa.   De acordo com a assessoria da Sabesp, o conserto de um vazamento de 600 milímetros de diâmetro está sendo realizado desde domingo, porém a confecção de uma peça atrasou a conclusão. Ainda segundo a Sabesp, o reparo será concluído nesta tarde, por volta das 15 horas.   A partir desse horário, terá início o processo normalização do abastecimento. Mas alguns bairros só devem ter o fornecimento completamente restituído no final desta noite. A assessoria não soube informar o que levou ao rompimento da adutora.

Tudo o que sabemos sobre:
Abastecimentoágua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.