Rompimento de adutora bloqueia av. Giovanni Gronchi

O trânsito no local deve ser evitado

EFE

23 de agosto de 2008 | 05h13

Uma adutora da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) estourou, por volta das 3h30 desta madrugada, na altura do nº 3.000 da Avenida Giovanni Gronchi, próximo da esquina com a Rua João Avelino Pinho Mellão, em frente à Favela do Jardim Colombo, no Morumbi, zona sul da capital paulista. Segundo a assessoria de imprensa da Sabesp, a tubulação danificada possui 60cm de diâmetro e já pode ser considerada de grande porte. Para prejudicar o menor número possível de moradores, técnicos da companhia fecharam o registro localizado mais próximo do trecho da tubulação afetada pelo estouro. Três buracos, de pequeno a médio porte, por causa da pressão da água, foram abertos no asfalto da pista sentido Vila Sônia/Campo Limpo da Avenida Giovanni Gronchi. Os funcionários da Sabesp irão fazer uma inspeção na tubulação, para encontrar o exato ponto do estouro, a partir das 7h, horário em que poderá se ter uma previsão para conclusão dos reparos. A Sabesp pede aos moradores de Paraisópolis, Fazenda Morumbi, Jardim Morumbi, Jardim Colombo e Vila Andrade que racionalizem o uso da água dos reservatórios residenciais para que esses imóveis não fiquem sem água antes do restabelecimento no fornecimento. A Companhia de Engenharia de Tráfego foi acionada e teve de interditar aquele trecho da avenida no sentido Vila Sônia/Campo Limpo. O motorista deve evitar a região depois das 8h desta manhã, pois o trânsito fluirá apenas alternadamente pela pista contrária. Uma opção para o motorista é entrar na primeira rua à direita que der mão após a esquina com a Rua Santo Américo, para assim acessar a Rua das Goiabeiras, paralela, e entrar novamente na Avenida Giovanni Gronchi após o trecho interditado.

Tudo o que sabemos sobre:
Sabesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.