JOSÉ MARIA TOMAZELA/ESTADÃO
JOSÉ MARIA TOMAZELA/ESTADÃO

Romaria realizada há 117 anos reúne 30 mil em Sorocaba

A marcha, iniciada às 6 horas, levou um andor com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida por 14 quilômetros

José Maria Tomazela / Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

10 Julho 2016 | 15h40

 SOROCABA – Cerca de 30 mil fiéis participaram da tradicional romaria de Aparecidinha, na manhã deste domingo (10), em Sorocaba, interior de São Paulo. A marcha, iniciada às 6 horas, após a celebração de missa, levou um andor com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida desde a Catedral Metropolitana, na região central da cidade, até o bairro de Aparecidinha, na zona rural. Oficialmente, a caminhada de 14 quilômetros acontece há 117 anos, no segundo domingo de julho. Há registro, porém, de que a tradição é realizada há mais tempo, desde meados do século 19. 

Este ano, pela primeira vez, a passagem da santa pela ponte do Rio Sorocaba aconteceu sem silêncio, sem a tradicional queima de fogos. A medida foi decidida pelo padre José Antonio de Oliveira, pároco do santuário, depois de reclamações de que o estouro de rojões incomodava pessoas que ainda dormiam. Ao longo do percurso, pagadores de promessas fizeram a distribuição de pães, água e café. O gerente industrial Palmiro Mendes, de 58 anos, acompanha a romaria há mais de 50. “É uma tradição da família que vem desde os meus avós”, disse.

Na chegada ao santuário, por volta de 11 horas, houve nova celebração. A prefeitura preparou um esquema especial de ônibus para o retorno dos romeiros à cidade. A imagem da santa permanece no santuário até o dia 1.o de janeiro, quando é levada, em nova romaria, de volta à catedral.

Mais conteúdo sobre:
Romaria Nossa Senhora Aparecida

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.