Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Roger Abdelmassih é transferido para presídio de Tremembé

Ex-médico teve o direito à prisão domiciliar cassado pela Justiça; ele cumpre 181 anos de pena pelo estupro de 37 mulheres

O Estado de S.Paulo

25 Agosto 2017 | 10h18

SÃO PAULO - O ex-médico Roger Abdelmassih, de 73 anos, foi transferido para a Penitenciária I Dr. José Augusto César Salgado, de Tremembé, no interior de São Paulo, às 20h50 de quinta-feira, 24, de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) de São Paulo. Condenado a 181 anos de prisão pelo estupro de 37 pacientes, ele estava internado em um hospital penitenciário desde o dia 18.

A pedido do Ministério Público de São Paulo, Abdelmassih teve o direito à prisão domiciliar cassado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) no dia 17 de agosto, o que revogou um pedido de habeas corpus obtido quatro dias antes. 

Entre 7 e 15 de agosto, o e-médico esteve internado no Hospital Albert Einstein, na zona oeste de São Paulo, para tratar uma infecção bacteriana no trato urinário. Ao Estado, o advogado da defesa, Antonio Celso Fraga Galdino, diz ter entrado com recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Mais conteúdo sobre:
Roger Abdelmassih Estupro

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.