José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Rodovias têm lentidão na volta do feriado

De acordo com a Ecovias, a pista norte da Rodovia Imigrantes segue com tráfego intenso no sentido São Paulo; Bandeirantes e Castelo Branco têm tráfego lento na pista expressa;

José Maria Tomazela e Luiz Fernando Toledo, O Estado de S.Paulo

01 Maio 2017 | 19h09

SÃO PAULO - Parte das rodovias paulistas têm tráfego intenso na volta do feriado do Dia do Trabalho, nesta segunda-feira, 1. De acordo com a Ecovias, a pista norte da Rodovia Imigrantes segue com tráfego intenso no sentido São Paulo, por causa do excesso de veículos. A pista sul tem trânsito melhor, segundo a concessionária. Já nas Rodovias Anchieta, Cônego Domênico Rangoni e Padre Manoel da Nóbrega a situação é normal. 

A concessionária informou que está em vigor a operação subida, com o acesso ao Planalto podendo ser feito pelas duas pistas norte tanto da Anchieta quanto da Imigrantes.  Os caminhões e ônibus com destino a São Paulo devem utilizar o trecho de Serra da via Anchieta.

Às 18h54 a Rodovia Bandeirantes registrava tráfego lento na pista sentido sul (interior-capital) em São Paulo na pista expressa, do quilômetro 17 ao 13, por reflexo de congestionamento nas marginais. Em Itupeva também foi registrada lentidão na pista expressa, do quilômetro 74 ao 56. Houve um acidente entre dois carros no local, com interdição de duas faixas. A Anhanguera, sentido sul (interior-capital) registrou tráfego lento em Jundiaí, na pista expressa, do quilômetro 62 ao 59.

Na Rodovia Castelo Branco registrou lentidão na pista  expressa, sentido capital, em Araçariguama, Santana de Parnaíba e São Roque, do quilômetro 61 ao 36.  A Fernão Dias tinha 9 quilômetros de lentidão entre Atibaia e Mairiporã, devido ao excesso de veículos. A Régis Bittencourt tinha 7 quilômetros de congestionamento, na região de Itapecerica da Serra.

Acidentes. O retorno do feriado também foi marcado por acidentes com mortes no interior de São Paulo. Em Cerqueira César, ainda de madrugada, uma motocicleta e um automóvel colidiram na rodovia Osni Mateus (SP-261), deixando três pessoas mortas. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o motorista do carro pode ter dormido ao volante e invadiu a pista contrária, atingindo a moto. O motociclista e a mulher que estava na garupa morreram na hora. Com o impacto, partes da moto foram parar dentro do carro, atingindo o motorista, que chegou a ser socorrido, mas também morreu.

Em Tremembé, um motorista que seguia para Campos do Jordão, também na madrugada de segunda, atropelou e matou um ciclista no acostamento da rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123). De acordo com a Polícia Rodoviária, o condutor do automóvel 'cortava' os outros veículos pelo acostamento e pegou em cheio o ciclista. O autor do atropelamento não aceitou fazer o exame de dosagem alcoólica e foi levado à Delegacia da Polícia Civil. Depois de prestar depoimento, ele foi liberado. O corpo do ciclista Marcos Batista, de 37 anos, foi levado para o IML de Tremembé.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.