Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Rodovia Régis Bittencourt registra 130 mortes em 2014

Quantidade é 26% inferior ao número computado no ano anterior, destaca concessionária

O Estado de S. Paulo

16 Janeiro 2015 | 16h40

SÃO PAULO - O número de mortes na Rodovia Régis Bittencourt (BR 116), que liga São Paulo a Curitiba (PR), atingiu 130 ocorrências em 2014, informou nesta sexta-feira, 16, a concessionária responsável pela administração da via. A quantidade, diz a empresa, é 26% inferior às 175 mortes computadas no ano anterior naquela estrada.

Segundo a concessionária, os acidentes fatais na rodovia também diminuíram (no caso, 18,4%) em relação a 2013. Foram 119 casos no ano passado, ante 146 dois anos atrás.

Para a concessionária, intervenções como a iluminação de 50 pontos da rodovia, como acessos, trevos e passarelas, e a conclusão de doze obras de trevos em desnível estão por trás da redução dos acidentes.

Além disso, foram liberados ao tráfego 6,5 km de pista duplicada na Serra do Cafezal, na região de Miracatu, no interior paulista, um trecho onde são comuns acidentes graves. Até agora, já foram construídos 17,5 km de pista nova, ou 60% do total da duplicação prevista para a Régis Bittencourt.

Mais conteúdo sobre:
Rodovia Régis Bittencourt

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.