Ricardo Trida/Diário do Grande ABC
Ricardo Trida/Diário do Grande ABC

Rodovia dos Imigrantes tem dois acidentes na manhã de sábado

Engavetamento envolveu 12 veículos no km 43, sentido SP; No sentido baixada, houve colisão traseira no km 28

Daniela do Canto, estadao.com.br

15 de agosto de 2009 | 11h49

Em menos de quatro horas, dois acidentes foram registrados na manhã deste sábado, 15, na Rodovia dos Imigrantes.

 

O primeiro foi por volta das 7h30, na altura do km 34. O motorista de uma carreta de transporte de areira parou na pista com os faróis apagados. A polícia diz acreditar que o motivo foi uma freada brusca, decorrente de um trecho de neblina. Em seguida, um veículo urbano de carga (VUC), Hyundai H 100, da empresa Móvel Tec de Santos, colidiu contra a carreta. Um dos três ocupantes, o montador de móveis José Genival Espíndola, de 37 anos, morreu no local.

 

A moto do policial militar ambiental, Roberto Lima Santos foi o terceiro veículo a se envolver no engavetamento. Mas ele conseguiu se salvar. Parou a moto, deixou-a na pista e correu para o acostamento. Segundo ele, o acidente levou 15 segundos, da primeira á última colisão. "Vi tudo com as mãos na cabeça." Se ele não conseguisse sair, teria sido arrastado segundos depois por um ônibus da empresa Ultra, que operava uma linha Santos-Capital. "Vi quatro pessoas deitadas na pista, à espera de atendimento." Doze veículos acabaram envolvidos no acidente, deixando 30 pessoas feridas.

 

Os feridos foram socorridos a hospitais da região por viaturas da Ecovias, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O Helicóptero Águia, da PM, também foi acionado. Ainda não há mais informações sobre as vítimas.

 

Segundo a concessionária Ecovias, que administra o sistema Anchieta-Imigrantes, a visibilidade era boa no horário do acidente em praticamente toda a extensão da rodovia. A formação da neblina teria sido pontual, numa extensão de 30 metros, incluindo a altura em que ocorreu o engavetamento. De acordo com a assessoria de imprensa da concessionária, toda a via é sinalizada com placas indicando aos motoristas que mantenham a velocidade baixa em caso de neblina. Como a visibilidade era boa ontem pela manhã, a Ecovias não realizou a chamada operação comboio. O esquema, segundo a empresa, só é montado nas rodovias Anchieta e Imigrantes quando a visibilidade dos motoristas é inferior a 100 metros de distância.

 

A Rodovia dos Imigrantes permaneceu totalmente bloqueada no trecho do acidente das 7h57 às 10h55. Nesse período, os motoristas tiveram de seguir pela Rodovia Anchieta. A Imigrantes foi liberada às 10h56 e, conforme a Ecovias, o trânsito segue tranquilo pelo local.

 

No km 28, houve colisão traseira

 

Às 11h13 houve uma colisão traseira na altura do km 28, no sentido baixada. Uma ambulância da concessionária esteve no local para fazer o socorro aos feridos, mas ainda não há informações sobre o número de vítimas ou a gravidade dos ferimentos. Conforme testemunhas, há crianças feridas no local. 

Uma das quatro faixas da Rodovia dos Imigrantes permanece bloqueada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.