Rodízio está suspenso a partir de hoje e só volta dia 14

Caminhões e ônibus fretados continuam proibidos de circular na região central. Medida é adotada todo fim de ano

BRUNO RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2012 | 02h06

O rodízio municipal de veículos está suspenso a partir de hoje e só vai voltar a valer em 14 de janeiro - primeiro dia útil da terceira semana do próximo ano. A restrição aos caminhões e ônibus fretados, que não podem circular na região central em horários específicos, no entanto, continua valendo.

O rodízio retira de circulação cerca de 20% da frota. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) costuma suspender temporariamente a restrição apenas no fim do ano, uma vez que parte dos veículos deixa a cidade.

A portaria que suspende o rodízio foi publicada no Diário Oficial da Cidade de ontem. No ano passado, durante a suspensão do rodízio, a cidade chegou a registrar 120 quilômetros de congestionamento.

Faixas reversíveis. Com menos carros circulando pela cidade, a CET optou também por desativar a maior parte das faixas reversíveis - usadas para dar mais fluidez às vias carregadas nos horários de pico. Hoje é o último dia de funcionamento.

Na segunda-feira, véspera de Natal, nenhuma das faixas será montada. No dia 26, apenas a faixa da Estrada do M'Boi Mirim, na zona sul, está programada para operar (ela só não será instalada no dia 31).

As faixas que vão da Ponte das Bandeiras até a Avenida Santos Dumont, da Avenida General Edgar Facó à Ponte do Piqueri e da Ponte dos Remédios, todas passando sobre a Marginal do Tietê, voltam a funcionar no dia 2 de janeiro. Cinco dias depois, em 7 de janeiro, serão reinstaladas as faixas reversíveis da Ponte da Casa Verde, na zona norte, da Radial Leste, na zona leste, e das Avenidas Morumbi e Giovanni Gronchi, na zona sul.

Já as faixas da Avenida Luís Dumont Villares e as que formam o corredor entre a Ponte do Limão e a Avenida Ordem e Progresso, ligando o centro à zona norte, serão reativadas quando o rodízio municipal for retomado, no dia 14 de janeiro.

As faixas reversíveis da Avenida Celso Garcia, na zona leste, da Ponte João Dias, da Avenida Penha de França e da Avenida Giovanni Gronchi (entre a Rua Alexandre Archipenko e a Avenida Carlos Caldeira Filho) não serão desmontadas. Vão funcionar nos horários de pico, em todos os dias úteis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.