Carlos Eduardo
Carlos Eduardo

Rodízio de veículos é suspenso por causa de greve dos metroviários

Circulação no centro expandido está liberada das 21 horas desta quarta-feira até as 5 horas de quinta-feira

Victoria Netto, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2021 | 11h58

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo suspendeu o rodízio de veículos nesta quarta-feira, 19, em função da greve dos metroviários. Assim, a circulação de carros está liberada no centro expandido das 21 horas desta quarta-feira até as 5 horas de quinta-feira, 20, independentemente do final das placas. 

Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, ainda não há previsão se a suspensão do rodízio se estenderá pelos próximos dias. As decisões serão tomadas de acordo com o andamento da greve, conforme informou a assessoria. 

Restrição de placas em dias normais

Desde 10 de maio, o rodízio noturno dos veículos de passeio teve o horário alterado, com a suspensão do funcionamento do rodízio para carros em seu horário tradicional: das 7h às 10h e das 17h às 20h.

Confira, a seguir, o final da placa e os horários para os respectivos dias da semana:

  • Final 1 e 2 - das 21h de segunda-feira às 5h de terça
  • Final 3 e 4 - das 21h de terça-feira às 5h de quarta
  • Final 5 e 6 - das 21h de quarta-feira às 5h de quinta
  • Final 7 e 8 - das 21h de quinta-feira às 5h de sexta
  • Final 9 e 0 - das 21h de sexta-feira às 5h de sábado

Os caminhões seguem as regras do rodízio municipal tradicional, das 7h às 10h e das 17h às 20h, de acordo com o final das placas. 

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação prevista no Código de Trânsito Brasileiro implica infração de trânsito de nível médio, com multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos no prontuário do motorista.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.