Rio vai construir o maior túnel em área urbana do Brasil

Passagem alterará o cenário da área portuária e ligará a região do cais à Igreja da Candelária; obra terá início amanhã

HELOISA ARUTH STURM / RIO, O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2012 | 08h38

A prefeitura do Rio vai construir na cidade o maior túnel em área urbana do País. A obra será realizada na zona portuária, uma das regiões que mais se modificarão até a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Inicialmente projetado para ter uma extensão de 2.010 metros, ligando a área próxima aos armazéns do cais do porto e à Igreja da Candelária, o novo traçado terá 3.450 metros de comprimento - quase o dobro do tamanho do Túnel Ayrton Senna, na zona sul de São Paulo - e vai se estender até o Aeroporto Santos Dumont e o Aterro do Flamengo.

Parte do traçado será executada em substituição ao elevado da Perimetral (uma espécie de Minhocão carioca), que será demolido para dar lugar às obras de revitalização da zona portuária, com recursos da Concessionária Porto Novo, responsável pelas obras do projeto Porto Maravilha.

A prefeitura ainda abrirá uma licitação para construção dos outros 1.440 metros que compõem a expansão do projeto original do túnel. A expectativa é de que as obras de remoção do elevado comecem no próximo ano e terminem em 2015.

Valores. Os investimentos para construção do traçado original estão incluídos no pacote de R$ 4,1 bilhão do consórcio destinado somente à execução de obras de infraestrutura e melhorias no sistema viário da região - como o aumento do número de faixas de rolamento, a demolição do elevado da Perimetral, a construção de outros dois túneis e a implementação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Projeta-se que tais mudanças viárias permitirão elevar a capacidade de tráfego em 38%, passando dos atuais 7,6 mil veículos por hora para 10,5 mil nos horários de pico.

A ligação subterrânea permitirá que todo o espaço entre o Armazém 6 e a Praça Mauá, próxima da Igreja da Candelária, seja transformado em um boulevard. Esse passeio público arborizado, além de valorizar a passagem de pedestres e ressaltar a paisagem local, também vai abrigar a passagem do VLT em alguns trechos.

Apesar de o Rio de Janeiro contar com muitas áreas aterradas, a escavação do túnel será feita em maciços rochosos, a uma profundidade de 40 metros. As obras terão início amanhã, quando começarão as escavações para construção de um poço de serviço que dará acesso a operários e máquinas, servindo de local de entrada e saída de material. A previsão é de que o túnel esteja pronto em 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.