Rio quer fazer campo de golfe em área de proteção

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), apresentou ontem a 27 vereadores pacote de projetos que inclui retirada de proteção ambiental de 50 mil m² na Barra da Tijuca, zona oeste, onde deverá ser construído campo de golfe para a Olimpíada. Como o recesso na Câmara começa em 15 de dezembro, haverá pouco mais de um mês para discussão.

O Estado de S.Paulo

06 de novembro de 2012 | 02h05

O prefeito disse que o trecho da Área de Proteção Ambiental de Marapendi, considerado Zona de Conservação da Vida Silvestre, está degradado e não será gasto dinheiro público na obra. A construção do campo de golfe e do centro de mídia do Parque Olímpico será financiada com aumentos de gabarito. "Vamos usar o lucro para boa causa", disse Paes. Também estão incluídas ampliações de isenções a construções na zona portuária.

A vereadora Sônia Rabelo (PV) criticou as propostas. "O verde do campo de golfe não significa preservação da vida silvestre", disse. / FELIPE WERNECK

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.