Estadão
Estadão

Rio Piracicaba tem a menor vazão do ano

Estiagem fez volume atingir nesta segunda-feira apenas 22% da média prevista para este período

Rene Moreira, Especial para O Estado

10 de agosto de 2015 | 18h42

Com o volume de 12 mil litros de água por segundo, o Rio Piracicaba registrou na manhã desta segunda-feira, 10, a menor vazão deste ano. De acordo com a medição da Rede Telemétrica do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), na área central de Piracicaba passavam o equivalente a apenas 22% da média para o período, que é de mais de 54 mil litros.

O nível de água estava em apenas 85 centímetros, altura que fez pedras reaparecerem em vários pontos do leito do rio.

Para o mês de agosto o Piracicaba deveria estar com mais de 1,40 metro de profundidade. A situação preocupa porque a época considerada de seca está apenas começando.

A meteorologia também não está otimista com o futuro e a previsão de chuvas para a região não é boa. De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, a chance chover na região até o início da próxima semana é de apenas 5%.

Importância. O Rio Piracicaba é considerado de grande importância para o Estado e está ligado ao Sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento da Grande São Paulo.

No final da tarde, a vazão melhorou um pouco, chegando a 13,2 mil litros de água por segundo no trecho urbano de Piracicaba, com o nível do rio indo a 88 centímetros de profundidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.