Rio faz 'teste' para Copa e Olimpíada

Ao som de Cidade Maravilhosa, o Rio encerrou o espetáculo de fogos de artifício do maior réveillon de sua história, com mais de 2,3 milhões de pessoas em Copacabana. A prefeitura classificou a festa como uma prova para o calendário de eventos dos próximos quatro anos, principalmente a Copa do Mundo e a Olimpíada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.