Rio dará comida a quem dependia de traficantes

O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio, Rodrigo Neves, disse ontem que o governo vai assumir a distribuição "emergencial" de alimentos a 300 famílias de favelas de Santa Teresa e do Complexo de São Carlos, na região central, que recebiam cestas básicas de traficantes. O pedido teria sido feito por representantes de moradores após ocupação policial, dia 6, para instalação de UPPs.

, O Estado de S.Paulo

16 Fevereiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.