Rio: 'ciclista não deve ser punido pela burocracia'

A Secretaria Municipal de Transportes do Rio afirmou ontem que o decreto municipal que regulamenta as bicicletas elétricas tem por base o Código de Trânsito Brasileiro e foi considerado legal pela Procuradoria Geral do Município. "Os ciclistas não deveriam ser punidos com entraves burocráticos. A prefeitura entende que as bicicletas elétricas, assim como as comuns, devem ter o uso estimulado e não restringido", afirma nota da pasta, que não diz se tomará alguma nova medida após a crítica do Denatran. Segundo a secretaria, o Rio tem 270 quilômetros de ciclovias, maior percurso do Brasil. "O uso como meio de transporte para pequenas distâncias contribui para a redução de emissões e humaniza o trânsito", diz a secretaria. / FÁBIO GRELLET

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.