Rio: advogado mata namorado da ex-mulher

Um crime passional a poucos metros da Divisão de Homicídios (DH) do Rio deixou um homem morto e uma mulher ferida na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Depois de dois anos de ameaças, o advogado Antônio Passos Costa de Oliveira, de 61 anos, esperou na manhã de ontem a ex-mulher, Regina Márcia D"Ávila de Oliveira, de 48, na saída da garagem do prédio dela.

Pedro Dantas / RIO, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2011 | 00h00

Ela estava com o namorado, o português Rolando Manoel Morgado Simões Palma, de 49, e o filho que teve com o ex-marido, de 13. O advogado discutiu com o casal e atirou nos dois. Rolando morreu na hora, após ser atingido no pescoço e na perna. Regina foi ferida de raspão na cabeça.

O advogado foi preso em flagrante. Regina disse que registrou ocorrência de ameaça em abril deste ano contra o ex-companheiro. Segundo ela, Oliveira tentou matá-la pela primeira vez no sítio dele, durante o casamento, que durou 13 anos.

Aos policiais o advogado disse que a motivação do crime foi o temor de que a ex-mulher levasse o filho para Portugal. Ele foi indiciado por homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.