Rino Levi, marcas pela paisagem

Jardins em parceria com Roberto Burle-Marx (casa da família Gomes, em São José dos Campos, 1951), Casa Medice (Santo Amaro, 1935), Edifício Prudência (Higienópolis, 1944), cinemas, hospitais, bancos e até o Viaduto do Chá, de 1934. São criações que fazem parte do legado desse paulistano, filho de italianos, formado em Arquitetura em Roma em 1926. Rino Levi deu vida natural a ambientes, unindo o interno e o externo pela luz. O mais recente ataque a essa memória ocorreu com o incêndio no Teatro Cultura Artística e seu painel de Di Cavalcanti.

, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.