Ribeirão Preto irá autuar quem não receber visita antidengue

Decisão tem apoio do Ministério Público; cidade vive epidemia da doença e neste ano já teve 717 casos

Priscila Trindade, do estadao.com.br,

03 Fevereiro 2010 | 15h49

A Prefeitura de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, anunciou que moverá ação contra os proprietários de imóveis que impedirem a prevenção do mosquito da dengue na cidade. A decisão tem o apoio do Ministério Público.

 

De acordo com a Prefeitura, a Justiça irá mover a ação contra os donos de imóveis que não receberem os agentes de saúde em suas casas por três vezes. A partir disso, a vigilância apresentará um relatório ao MP e ao Poder Judiciário, que irá avaliar a situação.

 

A Prefeitura também pediu a ajuda das imobiliárias que tem construções localizadas em situação de risco de dengue para que elas entrem em contato com o 0800 e se informem sobre a data da visita do agentes. O telefone é o 0800 775 0123.

 

Ribeirão Preto vive um epidemia da doença provocada pelo mosquito Aedes Aegypti. Segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde, desde 1º de janeiro deste ano, já foram registrados 717 casos de dengue no município. Nesta quarta-feira, 3, a Secretaria começou a distribuir garrafas de hidratação em postos de saúde para pacientes com sintomas da dengue.

Mais conteúdo sobre:
Dengue Ribeirão Preto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.