Riachos continuam enterrados

Plano anunciado pela Prefeitura em 2006 previa "renaturalizar" vários córregos que, décadas atrás, foram aterrados na região central; até hoje, nenhum foi desenterrado

Diego Zanchetta e Rodrigo Burgarelli, O Estado de S.Paulo

03 Abril 2012 | 03h04

Um plano anunciado pela Prefeitura em 2006 previa "renaturalizar" vários córregos que, décadas atrás, foram aterrados na região central. Entre os principais estavam o Itororó, que corre ao longo do canteiro central da Avenida 23 de Maio, o córrego da Rua Augusta e o Saracura, na Cardeal Leme. A ideia era tanto reintegrá-los ao tecido urbano quanto diminuir as enchentes. Até hoje, nenhum desses córregos foi desenterrado, e não há mais previsão de que isso aconteça.

1. Como era o projeto anunciado pela Prefeitura em 2006?

Naquele ano, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente propôs a "renaturalização" de vários córregos na região central da cidade. Um deles é o Itororó, que corre ao longo do canteiro central da Avenida 23 de Maio, entre os Viadutos Paraíso e Brigadeiro Luís Antonio. A proposta era que, nesse trecho de três quilômetros, ele corresse entre pequenos reservatórios com seixos, tratamento paisagístico e quedas d’ água.

2. Qual era o objetivo dessa medida?

Além do aspecto urbanístico, a ideia era que esses reservatórios ajudassem a conter a velocidade da água e evitassem inundações no Rio Anhangabaú, que costuma alagar no centro toda vez que chove forte. A alternativa, conforme anunciado à época, seria mais barata e eficiente do que a construção de piscinões.

3. Além do Itororó, algum outro córrego do centro estava contemplado?

O Saracura, que passa pela Rua Cardeal Leme, perto da Praça 14 Bis, também seria recuperado. A via teria um trecho fechado ao trânsito e ganharia pequenas barragens em forma de escadaria para reduzir a velocidade das águas do córrego. O córrego que passa pela Rua Augusta e deságua no Saracura também receberia tratamento similar.

4.O projeto foi abandonado?

Mais ou menos. Segundo a Prefeitura, essas propostas se transformaram no planejamento que hoje norteia a construção de parques lineares pela cidade - desde 2006, 23 deles já foram inaugurados. A Prefeitura não informou se continua com o plano de recuperar os Córregos Itororó e Saracura.

5.Onde estão os parques lineares já inaugurados?

A maioria deles está na periferia e longe do centro, locais que foram anunciados como destaque no planejamento de 2006. A Secretaria do Verde, por meio de nota, informou que "esses parques, além de representarem expansão da área verde na cidade, contribuirão para melhorar a permeabilidade do solo".

A quem reclamar

Prefeitura de São Paulo

http://sac.prefeitura.sp.gov.br

Ouvidoria Geral do Município

(11) 0800-175717

(11) 3334-7132

Secretaria do Verde e do Meio Ambiente

(11) 3396-3000

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
SP na Gaveta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.