Revisão de Plano Diretor é prioridade para a Câmara

Nova Mesa Diretora do Legislativo tomou posse depois de acordo com PSD para manter PT na Presidência da Casa

Artur Rodrigues, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2014 | 02h06

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo tomou posse nessa quarta-feira, 1º, com José Américo (PT) reeleito para a presidência da Casa e Marta Costa (PSD) na vice-presidência.

A tarefa mais importante do ano na Casa será a revisão do Plano Diretor, que Américo espera aprovar até março. Ele também quer aprovar as Leis de Zoneamento e de Edificação. No ano passado, a Câmara aprovou 539 proposituras, entre projetos de lei, decretos legislativos e outros dispositivos.

A reeleição de Américo se deu após o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) ensaiar uma rebelião, articulando nos bastidores a candidatura de Milton Leite (DEM) à presidência. No fim, o PSD fechou acordo com o PT. Com isso, os dois partidos administrarão, em ano eleitoral, um orçamento de quase R$ 600 milhões reservado ao Legislativo paulistano.

Marco Aurélio Cunha (PSD) deu lugar à Marta Costa na vice-presidência, que foi alvo de disputa interna no partido de Kassab. Goulart e Edir Sales também pleiteavam o cargo.

A posse da Mesa Diretora aconteceu em uma cerimônia fechada, no oitavo andar da Câmara, na sala da presidência. Não estavam previstos discursos, apenas a leitura da ata de posse.

Ainda fazem parte da Mesa George Hato (PMDB), na segunda vice-presidência, Claudinho de Souza (PSDB), na primeira-secretaria, e Conte Lopes (PTB), na segunda-secretaria. A Corregedoria-Geral da Câmara Municipal ficou com a vereadora Sandra Tadeu (DEM).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.