Retorno à capital é intenso nas estradas de SP, mas sem lentidão

Segundo a CET, na cidade havia apenas 1 quilômetro de congestionamento, às 16h20, na zona oeste

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

21 de abril de 2008 | 16h24

Os motoristas que retornavam do feriado prolongado de Tiradentes por volta das 15h30 desta segunda-feira, 21, enfrentavam tráfego intenso nas principais estradas de São Paulo. No entanto, segundo as concessionárias e as polícias rodoviárias federal e estadual, não havia pontos de retenção.   Veja também: Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua    Ao vivo: Castelo Branco-Raposo Tavares Ao vivo: sistema Anhangüera-Bandeirantes Ao vivo: Rodovia Presidente Dutra  Ao vivo: estradas que dão acesso ao litoral   De acordo com a Ecovias, empresa que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, que liga a capital ao litoral sul paulista, entre 14 e 15 horas desta segunda, 6.907 carros subiram a serra em direção à capital paulista. Desde a meia-noite de sexta, 18, quando a contagem para o feriado foi iniciada, dos 212.708 veículos que passaram o feriado no litoral, 152.490 já retornaram para São Paulo, restando 60.218 carros na Baixada Santista.   Desde a manhã desta segunda, o sistema opera no esquema 2 por 8, com subida feita pelas duas pistas da Rodovia dos Imigrantes e pela pista norte da Anchieta. Já para descer a serra, o motorista utiliza a pista sul da Rodovia Anchieta.   Um quilômetro   O trânsito estava tranqüilos nas principais vias da capital paulista na tarde desta segunda. Às 16h20, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava apenas 1 quilômetro de congestionamento em toda a cidade.   De acordo com a CET, o congestionamento estava concentrado na zona oeste de São Paulo, no corredor das avenidas Rebouças, Eusébio Matoso e Francisco Morato, entre a Praça Bento Frias e o emboque do túnel Ibiapinópolis, sentido centro.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitoestradasrodoviasTiradentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.