Restrições feitas pela Prefeitura não impactam custo

Apesar de ter representado um aumento no custo do frete, refletindo diretamente no custo de operação das empresas transportadoras, o endurecimento das restrições de tráfego no centro expandido a partir de 2008 não deve ter um impacto no custo global do trânsito de São Paulo. É o que acredita Marcos Cintra, coordenador da pesquisa da FGV.Em 2008, o cálculo da FGV dava conta de que o prejuízo com frete na cidade era de R$ 1,9 bilhão, ante perdas de R$ 1,3 bilhão em 2004. O valor de 2012 ainda não foi fechado. /P.S.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.