Restauro que pôs 'rímel' em santa é alvo de crítica

A restauração de uma imagem de Santa Bárbara de 1,73 metro de altura, exposta em uma capela existente na Fortaleza de Santa Cruz da Barra de Jurujuba, em Niterói, na região metropolitana do Rio, está causando polêmica. Feita de madeira no início do século 19, a imagem foi desfigurada, afirmam especialistas. "A imagem não estava danificada, bastaria uma limpeza, passar um pano. Mas alguém decidiu restaurar e a santa ganhou cílios grandes e rímel,", afirmou o historiador Milton Teixeira.

FÁBIO GRELLET / RIO, O Estado de S.Paulo

28 Novembro 2012 | 02h04

O arcebispo metropolitano de Niterói, d. José Francisco Rezende Dias, divulgou nota na qual afirma que a imagem não está sob responsabilidade da Arquidiocese de Niterói, mas sim subordinada à Arquidiocese Militar, com sede em Brasília. A reportagem não localizou representantes da Arquidiocese. A capela, assim como a fortaleza, é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), mas a proteção não inclui as peças de seu acervo, como a imagem da santa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.