Restaurante-escola trabalha em dobro para atender festas

O Estado de S.Paulo

22 Abril 2012 | 03h01

No subsolo da Câmara Municipal, uma festa com sanduíches de metro, tábua de frios e salgados quentes sai por R$ 28 por pessoa, sem bebida alcoólica. Segundo a coordenadora do restaurante-escola que ocupa o espaço, Udi Coutinho, o movimento cresceu muito desde fevereiro.

"Ano eleitoral é assim. O número de eventos que fazemos passou de dois para quatro por semana. Mas é bom. Essas festas ajudam a manter a escola e os alunos ainda ganham um extra de R$ 20 por noite."/A.F. e D.Z.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.