'Resolvi o problema de quase 20 anos'

Para Jorge Macedo Pereira, de 61 anos, dono de uma casa de vitaminas na Praça da República, na região central de São Paulo, o alvará provisório resolveu um "problema de quase 20 anos". Ele conta que precisa fazer um projeto para tornar acessível para deficientes os dois banheiros do estabelecimento. "Já fiz um orçamento e vai me sair pelo menos uns R$ 20 mil. Não tenho esse dinheiro agora, mas vou tentar pelo menos começar alguma coisa no ano que vem." /D.Z.

O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2012 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.