Polícia Militar Ambiental / Divulgação
Polícia Militar Ambiental / Divulgação

Resgate de onça-parda mobiliza bombeiros em Taquaritinga

No interior de São Paulo, animal escalou árvore em bairro próximo ao centro da cidade; captura foi acompanhada por multidão

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

12 de fevereiro de 2018 | 15h48

SOROCABA – Uma onça-parda escalou uma árvore de oito metros de altura na área urbana e mobilizou bombeiros e policiais ambientais, na tarde deste domingo, 11, em Taquaritinga, interior de São Paulo. Foliões retornavam de um desfile de blocos no Carnaval e avistaram o felino deitado sobre o galho de uma sibipiruna, na avenida Vicente José Parise, na Vila Sargi, próximo da região central. O Corpo de Bombeiros foi chamado e pediu apoio à Polícia Militar Ambiental para a captura da onça.

O resgate, acompanhado por uma multidão, demorou cerca de quatro horas e só foi concluído após a chegada de veterinários da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Jaboticabal. O animal foi atingido por um dardo com sedativo e, após resvalar numa rede instalada pelos bombeiros, caiu num córrego. 

A onça, um macho com cerca de um ano e meio de idade, pesando 35 quilos, não se feriu. O felino foi examinado pelos veterinários e levado para soltura numa mata da região.

Também conhecida como suçuarana, a onça-parda já esteve ameaçada de extinção no Estado de São Paulo, principalmente pela redução da área de matas, mas acabou se adaptando a novos habitats, como áreas de reflorestamento e lavouras de cana-de-açúcar.

O surgimento desses animais em áreas urbanas é frequente. Só em 2017, a Polícia Ambiental paulista foi acionada doze vezes para resgatar esses felinos em cidades. Em agosto, um exemplar adulto foi achado na recepção de uma fábrica, em Itapecerica da Serra.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Taquaritinga [SP]onça

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.