Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Remoção de estandes gera protesto na Feirinha da Madrugada, no Brás

Comerciantes afetados chegaram a bloquear a Avenida do Estado; PM e GCM foram acionadas para conter tumulto

Bibiana Borba, O Estado de S.Paulo

28 Julho 2017 | 04h58

SÃO PAULO - Um grupo de comerciantes se revoltou contra a demolição de alguns boxes da Feira da Madrugada, no Brás, no centro de São Paulo, na noite desta quinta-feira, 27. Conforme a Polícia Militar, a confusão começou após a chegada de funcionários do consórcio responsável pelo centro de compras, que concentra principalmente lojas de vestuário.

Guardas civis metropolitanos (GCMs) e PMs chegaram a ser acionados para controlar o tumulto, por volta das 20 horas, quando os lojistas afetados bloquearam parte da Avenida do Estado em protesto.

Os comerciantes teriam sido informados previamente sobre a remoção, em função de irregularidades no cadastro para vendas no local, e insistiram em manter produtos em exposição. A PM informou que a manifestação foi encerrada em poucos minutos, e a feira ocorreu normalmente, a partir das 2 horas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.