Remanejamento causa atrasos em 20,9% dos vôos de Cumbica

Em Congonhas, ao contrário do que aconteceu na semana passada, aeroporto está praticamente vazio

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

30 de julho de 2007 | 12h05

No dia em que o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, recebe 64 vôos transferidos do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, um em cada cinco vôos apresenta atrasos superiores a uma hora, em Cumbica. Dos 110 vôos programados, até o meio-dia desta segunda-feira, 30, 23 estão atrasados – 20,9%. Apenas dois vôos foram cancelados.   Veja também:  Jobim tem primeira reunião com Conac nesta segunda Crise atinge Aeroporto de Cumbica Cumbica fez vizinhança adensar Jobim vai criar gabinete de crise   Segundo informações da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), o aumento de atrasos está relacionado com a transferência de vôos de Congonhas, e com os remanejamentos de rotas das empresas aéreas.   Em Congonhas, o movimento foi tranqüilo durante toda a manhã desta segunda-feira, 30. Com o remanejamento dos vôos, o aeroporto não teve cancelamentos na manhã desta segunda, ao contrário da semana passada.   Segundo a Infraero, até às 11 horas, dos 50 vôos previstos nenhum foi cancelado e apenas um estava com atraso de mais de uma hora em Congonhas.    Nesta segunda começa a vigorar definitivamente a transferência de 64 vôos da TAM e da Gol de Congonhas para Cumbica. As empresas aéreas já podem voltar a vender passagens que tenham como destino ou partida o aeroporto de Congonhas. A venda havia sido proibida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no dia 25 e vigorou até domingo, 29.   De acordo com a Infraero, dos 740 vôos programados para todo o País até às 11 horas, 111 tiveram atraso superior a uma hora - o equivalente a 15% do total - e outros 49 vôos foram cancelados.

Tudo o que sabemos sobre:
crise aéreaCongonhasInfraero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.